Bioética – Modelos de Bioética

 

Princípios:

  • Beneficência – fazer o bem, mas o MELHOR BEM para seu cliente/paciente. Melhor técnica, melhor conhecimento e melhores instrumentos.
  • Não maleficência – Vamos diminuir as consequências e riscos. Se dá para
  • Autonomia – respeito a liberdade de pensamento. É um princípio bastante conflitante. Um erro do colega deve ser revelado, ou não?
  • Justiça – Quando num contrato com um plano de saúde está previsto determinado tratamento e a clínica/hospital se nega a realizar.

Modelo Neo-Utilitarista

Tristram Engelhard

  • Obra de Referência – Engelhardt HT. The Foundaations of Bioethics. New York: Oxford, 1986. Publicado em português sob o título: Fundamentos de Bioética. São Paulo: Loyola, 1998.
  • Propõe a defesa dos direitos e propriedade do indivíduo. Inclui o corpo do indivíduo como sendo de sua propriedade, e não apenas posse como era até então.
  • Modelo das virtudes;
  • Edmund Pellegrino e David Thomasma
  • Obra de referência – Pellegrino E, Thomasma D. For the patient’s good: the restoration of beneficence in health care. New York: Oxford, 198.

 

A virtude é um traço de caráter que é valorizado socialmente. Uma virtude moral é um traço que tem valor moral associado. A virtude, tem origem na Grécia com a palavra areté, que também pode ser traduzida como excelências. Foi traduzida como excelência. Foi traduzida para o latim como virtus, que é a sua raiz .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s